Nossa
Fundadora

Madre Clélia Merloni nasceu em Forli - Itália, em 10 de março de 1861.

Deixa crescer em seu grande coração a semente da vocação à vida religiosa e alimenta em seu interior, em meio a tantas contrariedades e sofrimentos, um forte amor e uma ilimitada confiança no Coração de Jesus, comprometendo-se entregar toda a sua vida a Ele e fazê-lo conhecido e amado por todos.

Jovem inteligente, dotada de muitos dons, entusiasta, dedica-se aos pobres, sofredores, órfãos e necessitados.

Tem um carinho especial pela formação das crianças, adolescentes e jovens. Reza e faz sacrificios pelos sacerdotes, pela conversão dos pecadores e pela expansão do amor do Coração de Jesus no coração das pessoas e no mundo.

Clélia Merloni funda o Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus no dia 30 de maio de 1894 em Viareggio, Itália.

 

O caminho
para a beatificação

Madre Clélia morreu em Roma em 21 de novembro de 1930. Seu corpo foi sepultado no cemitério Campo Verano. Em 1945 foi exumado, encontrado intacto e colocado na capela da Casa Geral. O processo de beatificação de Madre Clélia Merloni foi aberto em 1988 pela Congregação das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus. Na sequência, a Sessão de Inauguração da Investigação Diocesana foi celebrada em Roma. Ao encerrar a fase de investigação em 1998, sessenta testemunhas na Itália, Estados Unidos e Brasil deram seu depoimento sobre a santidade de Madre Clélia.

Após a apresentação de um relatório detalhado da Comissão Histórica, a fase diocesana foi concluída em 21 de maio de 1999. Madre Clélia recebeu o título de "Serva de Deus".

A Positio, um estudo de 1.385 páginas sobre a vida de Madre Clélia relata sua virtude heróica e sua santidade, incluindo testemunhos, documentos e evidências em sua defesa de alguns dos momentos mais críticos de sua vida. Em 2015, depois de ter estudado a Positio, a virtude heróica da Madre Clélia foi confirmada. Papa Francisco, em dezembro de 2016, assina o Decreto de Virtude Heróica e Madre Clélia foi nomeada “Venerável”.

Em 27 de janeiro de 2018, a assinatura do Santo Padre no Decreto de um Milagre completou o processo de beatificação. A Missa, na qual ocorrerá o Rito de Beatificação, será celebrada em 03/11, na Basílica de São João de Latrão, em Roma.


Mais informações, acesse o site oficial.

Conheça o site oficial

“O Divino Coração de Jesus foi a luz de sua existência. Os pobres, os oprimidos, os infelizes, sua preocupação. Viveu de pureza, simplicidade e caridade.”